PATROCINADORES

MPF quer condenação de ex-assessor de Temer flagrado com R$ 500 mil

Nas alegações finais enviadas ao Supremo Tribunal Federal, o Ministério Público Federal defende que o ex-deputado federal e ex-assessor da Presidência da República Rodrigo Rocha Loures seja condenado no caso da mala com R$ 500 mil. A PGR sustenta que o dinheiro era “vantagem indevida” do grupo J&F ao ex-presidente Michel Temer (MDB) para beneficiar a empresa em negócios com a Petrobras. Rocha Loures é réu no processo acusado de corrupção passiva.

Por que é importante

O episódio da mala gerou uma grave crise no governo e quase resultou na saída de Temer da Presidência

Quem ganha

O MPF, que busca a condenação do ex-assessor do ex-presidente

Quem perde

Rocha Loures, que pode voltar à prisão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.