Document
PATROCINADORES

Justiça barra auxílio-mudança a parlamentares reeleitos

A Justiça Federal em Minas Gerais determinou a suspensão do pagamento de auxílio-mudança a deputados federais e senadores reeleitos. A liminar foi concedida a partir de uma ação popular protocolada por um vereador. Ele argumentou que o benefício provoca prejuízo aos cofres públicos. Com a determinação, os parlamentares que receberam o auxílio na atual legislatura deverão devolver o valor.

Por que é importante

Deputados e senadores têm direito a R$ 33,7 mil, valor equivalente a um mês de salário, para custear, no início e no final do mandato, despesas com mudança e transporte. O benefício vem sendo autorizado inclusive para políticos reeleitos

Quem ganha

Os cofres públicos, com a economia gerada

Quem perde

Os deputados e senadores que perderão o privilégio

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.