Document
PATROCINADORES

Heleno diz que governo pode retaliar país que boicotar produto brasileiro

No momento em que a política ambiental do governo brasileiro é questionada no exterior por causa das queimadas na Amazônia e no Pantanal, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, prometeu adotar o princípio da reciprocidade e reagir em caso de possíveis represálias comerciais. Em entrevista à rádio Bandeirantes, Heleno afirmou nesta terça-feira (22) que o governo pode retaliar países que boicotarem produtos brasileiros. O ministro, no entanto, não explicou como isso poderia acontecer e tentou não prolongar o assunto com receio de criar um incidente diplomático. “[Retaliar[ é uma medida que, obviamente, pode estar na mira do governo brasileiro. Só que é aquele negócio: você já comprou uma coisa finlandesa, norueguesa, sueca? Eu não me lembro de ter na minha casa esses produtos”, comentou. “Mas eu não quero citar países [que poderiam ser retaliados]. Tenho muito medo de criar um problema diplomático e ser injusto até”, acrescentou. O ministro Heleno voltou a sugerir que os incêndios no Pantanal são acidentais e que a repercussão na mídia teria como foco “derrubar” o presidente Jair Bolsonaro.

Por que é importante

Ao não buscar um consenso e elevar o tom contra críticos, o ministro pode criar um cenário turbulento para as empresas brasileiras exportadoras

Quem ganha

O discurso dentro do governo de culpar terceiros pelas queimadas na Amazônia e no Pantanal

Quem perde

A imagem do país e economia em geral, em caso de represálias no exterior

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.