PATROCINADORES

Greve de ônibus em São Paulo é anunciada para esta quarta (29)

Paralisação começa à meia-noite desta quarta; categoria reivindica hora de almoço remunerada e outros benefícios

Os motoristas e cobradores de ônibus farão greve na cidade de São Paulo a partir da meia-noite desta quarta-feira (28). A decisão ocorre após decisão unânime obtida em assembleias ao longo da tarde de hoje, que reuniu mais de 6 mil trabalhadores na sede do sindicato, no bairro da Liberdade, na capital paulista.

A paralisação está prevista, inicialmente, para durar 24 horas, e uma nova assembleia está marcada para as 16h de amanhã, para definir pela continuidade ou não do movimento, caso o setor patronal não se manifeste.

Segundo a categoria, apesar da garantia do reajuste de 12,75% tanto sobre os salários quanto ao ticket-refeição, não houve avanços nas reivindicações das outras demandas, como o fim do horário de almoço não remunerado, PLR (Programa de Participação nos Lucros e Resultados) e o pagamento de 100% das horas extras, além da adequação de nomenclaturas e plano de carreiras do setor de manutenção. Em nota, a SUPUrbanuss, o sindicato das empresas, disse que mais uma vez lamenta o movimento, “com terríveis consequências para a população de São Paulo”.

Em 14 de junho, a categoria paralisou o transporte na cidade. Após o movimento, o sindicato conseguiu, em negociação com o setor patronal, o reajuste do salário e do ticket refeição em 12,47% retroativo referente ao mês de maio, data base da categoria. A greve foi encerrada na mesma data após um acordo entre a categoria e o sindicato patronal no começo da tarde..

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.