PATROCINADORES

Fux diz que auxílio-moradia só cai quando aumento for confirmado

O ministro Luiz Fux, do STF, condicionou o fim do auxílio-moradia de juízes ao reajuste salarial aprovado na última semana pelo Senado. Em entrevista à TV Globo, Fux disse que a queda do benefício só será votada pela Corte quando o presidente Michel Temer (MDB) sancionar o aumento. “Os juízes não receberão cumulativamente recomposição e auxílio-moradia. Tão logo implementada a recomposição, o auxílio cairá”, afirmou. O penduricalho de cerca de R$ 4 mil mensais foi garantido a todos os juízes do Brasil por meio de liminares concedidas pelo próprio ministro em 2014. Já o salário dos integrantes do Supremo passará de R$ 33,7 mil para mais de R$ 39 mil a partir de 2019. O aumento é automático para a magistratura e integrantes do Ministério Público.

Por que é importante

O fim do auxílio-moradia é uma das alternativas para reduzir o impacto do reajuste

Quem ganha

O corporativismo do Judiciário

Quem perde

A preocupação com o ajuste fiscal e o equilíbrio das contas públicas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 7 =

Pergunte para a

Mônica.