PATROCINADORES

Fusão de Agricultura e Meio Ambiente será revista, indica Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recuou da fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. “Pelo que parece será modificada. Pelo que tudo indica, serão dois ministérios distintos”, disse em entrevista nesta quinta-feira (1). Bolsonaro sinalizou que deve indicar para a pasta do Meio Ambiente um nome que não seja “xiita” e que a conservação da natureza não pode atrapalhar o desenvolvimento econômico do país. “O Brasil é o país que mais protege o meio ambiente. Nós pretendemos proteger o meio ambiente, sim, mas não criar dificuldades para o nosso progresso”, completou o presidente eleito.

Por que é importante

A ideia da fusão repercutiu mal tanto para o agronegócio quanto para os ambientalistas

Quem ganha

Ambientalistas e representantes do agronegócio, que tiveram a demanda atendida

Quem perde

Bolsonaro, que precisou recuar por causa das críticas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − seis =

Pergunte para a

Mônica.