Document
PATROCINADORES

Estados Unidos não apoiam Brasil na OCDE

O governo dos EUA não endossou a tentativa do Brasil de ingressar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), contrariando o apoio público de algumas das principais autoridades americanas nos últimos meses. Segundo informou a agência Bloomberg, o secretário de Estado dos EUA, Michael Pompeo, rejeitou um pedido para ampliar o número de integrantes da OCDE. Em março, o presidente Donald Trump afirmou em entrevista na Casa Branca que apoiava o Brasil na adesão ao grupo formado por 36 países.

Por que é importante

Entrar na OCDE garantiria ao Brasil benefícios comerciais e uma mudança de status na geopolítica internacional. Sob Lula, o Brasil quis se tornar uma liderança entre as nações em desenvolvimento. Com Bolsonaro, a ideia era ser um parceiro dos países mais ricos

Quem ganha

A oposição ao governo, que ganha argumentos para criticar a nova política internacional de Bolsonaro

Quem perde

O presidente Jair Bolsonaro, que apostou alto na parceria com Donald Trump, e seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Favorito para assumir a Embaixada do Brasil nos EUA, Eduardo chegou a articular a sua participação nas reuniões do governo que discutiriam os termos da entrada do Brasil na OCDE, que deveriam ser restritas a ministros. Com a negativa do governo americano, Eduardo vê suas chances de assumir a embaixada diminuírem consideravelmente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.