PATROCINADORES

Equipe de Doria anuncia corte de cargos e privatizações

O vice-governador eleito Rodrigo Garcia (DEM) afirmou, nesta sexta-feira (7), que, no dia 1º de janeiro de 2019, o governador João Doria (PSDB) publicará um decreto para extinguir cargos comissionados e privatização de empresas estatais. Serão privatizadas empresas menores, como a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS) e a Companhia de Seguros do Estado de São Paulo (COSESP) – as duas estatais consomem quase R$ 2 milhões por mês com salários. Sobre a estrutura do futuro governo, Garcia explicou que o número de pastas deve diminuir de 25 para 20. Metrô, CPTM e Sabesp, as maiores estatais do Estado, devem ser preservadas.

Por que é importante

Ex-prefeito de São Paulo, João Doria foi eleito com discurso liberal, com a promessa de enxugar a máquina pública e reduzir o número de cargos comissionados

Quem ganha

Os cofres do Estado

Quem perde

Ocupantes de cargos comissionados

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

  1. Como funcionário da CPOS há 17 anos eu posso falar, seria ótimo, mas eu duvido. A empresa está cheia de comissionados que fazem o quê quer da empresa. Temos como exemplo marido e mulher técnicos recebendo salário de gerentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =

Pergunte para a

Mônica.