PATROCINADORES

Defesa de Lula quer anular processo

A defesa de Lula apresentou na quarta-feira (31) as alegações finais na ação que apura se o ex-presidente recebeu propina da Odebrecht por meio da compra de um terreno para a construção da nova sede do Instituto Lula. No documento, os advogados pedem a anulação do processo e a absolvição do petista. Eles alegam que o juiz federal Sérgio Moro não teria competência para julgar o caso e citam o convite feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para o magistrado ser ministro.

Por que é importante

A apresentação das alegações finais é o último trâmite do processo antes da sentença

Quem ganha

Lula, que apela para evitar uma nova condenação

Quem perde

O andamento da ação, que pode atrasar caso Moro aceite o convite para ser ministro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − quinze =

Pergunte para a

Mônica.