PATROCINADORES

Decisão de soltar preso caberá a cada juiz

A liminar do ministro Marco Aurélio Mello, do STF, não garante a soltura imediata de condenados em segunda instância. A decisão final de libertar o preso caberá a cada juiz responsável pela execução penal.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + quatro =

Pergunte para a

Mônica.