PATROCINADORES

Com ressalvas, TSE aprova contas da campanha de Bolsonaro

O caminho para a diplomação de Jair Bolsonaro como novo presidente da República, no próximo dia 10, está livre. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou com ressalvas, na noite desta terça-feira (4), as contas da campanha de Bolsonaro e seu vice, o general Hamilton Mourão. Segundo o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, a defesa do capitão reformado conseguiu esclarecer as dúvidas pendentes ao retificar a prestação. Ao todo, a campanha captou R$ 4,3 milhões e gastou R$ 2,8 milhões. Destes, R$ 58.333,32 não tiveram despesa comprovada, o que gerou as ressalvas na aprovação.

Por que é importante

Os valores mostram que Bolsonaro conseguiu se eleger com poucos recursos, mudando um paradigma vigente na política nacional

Quem ganha

Bolsonaro, que foi acusado de irregularidades durante a campanha

Quem perde

Os que desejavam uma reprovação nas contas da campanha

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 3 =

Pergunte para a

Mônica.