Document
PATROCINADORES

Cármen Lúcia suspende ações da Justiça Eleitoral em universidades

Ministra do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia suspendeu neste sábado (27) ações determinadas pela Justiça Eleitoral em universidades espalhadas pelo país. A ministra concedeu liminar após pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que defendeu a liberdade de expressão de estudantes e professores nas instituições. A decisão ainda vai ser avaliada em plenário, pelos outros ministros da corte. Nos últimos dias, a Justiça autorizou ações policiais em ao menos 17 instituições, que resultaram, por exemplo, na apreensão de manifestos em prol da democracia e faixas críticas ao fascismo.

Por que é importante

As ações em instituições de ensino foram consideradas abusivas por parte da opinião pública

Quem ganha

A autonomia das universidades

Quem perde

Os que são contrários à liberdade de expressão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.