PATROCINADORES

Brasil cai uma posição em ranking global de corrupção

A ONG Transparência Internacional divulgou nesta quinta-feira (23) que o Brasil caiu uma posição no ranking do Índice de Percepção da Corrupção (IPC). Em 2019, o país manteve a nota 35 recebida em 2018 – a pior da série histórica iniciada em 2012 – e passou a ocupar a 106ª posição entre os 180 países avaliados. A pontuação da sondagem, feita com base em pesquisas e relatórios sobre como o setor público é percebido por especialistas e executivos de empresas, varia de zero a 100 pontos. Quanto melhor a colocação, menos o país é considerado corrupto. Na América do Sul, o Brasil ficou atrás da Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Uruguai. E à frente de Bolívia, Paraguai e Venezuela.

Por que é importante

O índice avalia fatores como propina, desvio de recursos públicos, burocracia excessiva, nepotismo e habilidade dos governos em conter a corrupção

Quem ganha

Os países que lideram o ranking: Dinamarca, Nova Zelândia e Finlândia

Quem perde

Os países considerados como os mais corruptos: Síria, Sudão do Sul e Somália

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.