PATROCINADORES

Ação da PF mira chefe de gabinete de Paulinho da Força

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (18) a quarta fase da Operação Registro Espúrio. A nova ação apura desvios de recursos da Conta Especial Emprego e Salário (CEES), um fundo abastecido com dinheiro da contribuição sindical e administrado pelo Ministério do Trabalho. Entre os principais alvos estão Marcelo de Lima Cavalcanti, chefe de gabinete do deputado Paulinho da Força (SD-SP), e o advogado Tiago Cedraz, filho do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz.

Por que é importante

A Operação Registro Espúrio investiga uma série de fraudes na concessão de registros sindicais por parte do Ministério do Trabalho

Quem ganha

O combate à corrupção na pasta

Quem perde

Os alvos da nova ação, que podem responder pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, falsificação de documento público e lavagem de dinheiro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + três =

Pergunte para a

Mônica.