PATROCINADORES

A fórmula de Bolsonaro para avançar agenda no Congresso

Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito com o discurso de acabar com o “toma lá, dá cá”, de negociar cargos no governo com os caciques dos partidos em troca de apoio no Congresso. Até o momento, na composição de seu futuro ministério, Bolsonaro tem testado uma nova fórmula de governabilidade. O presidente eleito tem articulado diretamente com as frentes parlamentares. Ouvindo abertamente as bancadas, construindo uma base suprapartidária, ele espera garantir ao menos 308 votos na Câmara dos Deputados. Esse apoio será fundamental para aprovar as promessas de campanha, a agenda econômica defendida por Paulo Guedes, além de avançar temas importantes que necessitam de mudanças na Constituição, como a reforma da Previdência.

Por que é importante

O desafio de Bolsonaro será superar as desconfianças e manter essa base sólida para votar temas considerados impopulares

Quem ganha

As bancadas, como a evangélica e a ruralista. Elas passarão a ter maior influência das decisões do governo

Quem perde

Líderes partidários, que até o momento perderam protagonismo nas discussões

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dezessete =

Pergunte para a

Mônica.