Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Solfácil capta U$ 100 mi para ampliar acesso e financiamento à energia solar

Liderado pelo QED, com participação de Softbank, Valor Capital Group e VEF, investimento deve aumentar produtividade

Empresa de energia de matriz renovável, a Solfácil anunciou uma rodada de captação série C de equity de U$ 100 milhões para ampliar sua oferta. Liderado pela QED, com participação de SoftBank, VEF e Valor Capital Group, o aporte será usado para o financiamento de tecnologia para aumentar a produtividade das usinas e os serviços ao integrador.

“Nosso propósito é empoderar as pessoas através do sol. Um sistema fotovoltaico no telhado de uma casa gera uma economia durante mais de 20 anos. As pessoas produzem sua própria energia limpa, e ficam menos vulneráveis aos constantes aumentos da conta de luz”, afirmou o CEO e fundador da Solfácil, Fabio Carrara (foto). A empresa desenvolve soluções tecnológicas para que seus parceiros integradores ofereçam os sistemas de energia solar para residências, pequenas e médias empresas e produtores rurais. 

Engenheiro de formação com MBA pela Wharton School, Carrara atuou como consultor no The Boston Consulting Group (BCG). Fundou e comandou a sua primeira empresa de instalação de energia solar de 2015 a 2017 e, em 2018, redirecionou seus esforços para a fundação da Solfácil, fintech solar. O objetivo era resolver a principal falha do setor: o acesso ao financiamento de energia solar. “A Solfácil criou um sistema de empréstimo único e digital que permitiu trocar o custo mensal de eletricidade por investimento em sistema solar. Em vez de pagar pelo serviço pelo resto da vida, as pessoas podem quitar o investimento em cinco anos e aproveitar pelo menos os próximos 20 anos livres do monopólio elétrico”, explicou Carrara. 

Atualmente, a Solfácil conta com mais de 8 mil integradores conectados à sua plataforma em todo o país. A empresa já financiou mais de R$ 1,2 bilhão em empréstimos solares, se tornando o segundo maior emissor de títulos verdes no Brasil em 2021, e o quarto na América Latina.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.