Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Peso mexicano volta a ganhar preferência dos investidores

O peso está novamente ganhando a preferência dos investidores após um breve período de volatilidade no final do ano passado. A moeda superou todas as 24 divisas de mercados emergentes monitoradas pelo portal de notícias Bloomberg desde o final de novembro, quando o presidente Andres Manuel Lopez Obrador escolheu um nome relativamente desconhecido como presidente do Banxico e provocou turbulência nos mercados. A moeda atingiu a alta máxima em dois meses na quinta-feira (13), incólume à disparada dos rendimentos dos títulos dos EUA.

Este pode ser apenas o começo de uma forte corrida pelo peso, já que os investidores são atraídos pela alta das taxas de juros do México, que tem um calendário sem eleições e laços estreitos com a economia dos EUA. Isso é ainda mais atraente em uma região onde a incerteza política aliada ao mercado global turbulento aumenta a volatilidade implícita, tornando mais caro para operadores manter moedas mais arriscadas.

A taxa de juros básica do México, de 5,5%, é bem menor do que a do Brasil, de 9,25%, mas a volatilidade implícita de um dígito do peso está bem abaixo da do real, que é superior a 14%. Também é muito inferior às do rublo russo e do rand sul-africano, o que dá ao peso um dos melhores perfis de risco-retorno no mundo em desenvolvimento. “O peso mexicano ainda é uma das moedas mais atraentes entre os mercados emergentes”, informou Mauro Roca, diretor administrativo de mercados emergentes do TCW Group, em Los Angeles.

O banco central do México, conhecido como Banxico, elevou a taxa básica de juros em 125 pontos base no ano passado, com a inflação acelerando para o ritmo mais rápido em duas décadas. Economistas prevêem que a taxa chegue a pelo menos 6,50% até o final de 2022, segundo a última pesquisa do Citibanamex.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.