Document
PATROCINADORES

CBIC relata dificuldades no recrutamento de engenharia civil

A CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) afirmou que encontra um gargalo na contratação de mão de obra. Levantamento realizado peça entidade revelou que 77% das empresas têm dificuldade de recrutamento. A indústria reclama da falta de profissionais e de qualificação. Declarou ainda que o montante da indenização solicitada é elevado. Conforme o levantamento, mais de 65% das empresas afirmam ser muito difícil contratar um encarregado para administrar a obra. Na sequência, estão os carpinteiros (55%) e os pedreiros (46%).

No caso do recrutamento de serventes, considerados mão de obra não qualificada, 63% das empresas relatam pouca dificuldade.

O presidente da CBIC, José Carlos Martins, diz que o problema está relacionado ao crescimento do mercado e aos novos sistemas construtivos, que exigem profissionais não disponíveis no mercado. Segundo ele, falta capacitação aos trabalhadores.

O fenômeno da escassez de trabalhadores atingiu os EUA na pandemia e também preocupa alguns setores empresariais brasileiros, que receiam estar diante de um cenário com alguma semelhança. Apesar da elevada taxa de desemprego, as empresas dos setores de calçados, confecções, marítimo, farmacêutico e até mesmo catering relatam diversos graus de dificuldade para preencher novas vagas ou reabri-las. A avaliação é que os trabalhadores podem ter se mudado para outras cidades ou atividades no ano passado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.