Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Suape inicia projeto para receber cargas da Transertaneja

Ferrovia trará minério do Piaúi até o litoral de Pernambuco, servindo como alternativa à Transnordestina

Um trecho de 9,7 quilômetros entre o entroncamento da BR-101 com a Rota do Atlântico (PE-09) e a trecho leste da Ilha de Tatuoca, no Complexo Portuário de Suape, em Pernambuco, será alvo de estudos para adequação e atualização do projeto do acesso ferroviário do atracadouro à futura Transertaneja. O ramal vai permitir a criação de um terminal de minério na Ilha de Cocaia para escoamento da produção de jazidas em Curral Novo, no Piauí, a 703 quilômetros.

O consórcio formado pelas empresas TPF e B&C foi o vencedor da licitação e a ordem de serviço para o início dos trabalhos será assinada nos próximos dias pelo diretor de engenharia da estatal portuária, Cláudio Valença, e pelos representantes das corporações. O prazo de execução do contrato é de 300 dias. O investimento no projeto executivo nesta etapa de implantação da ferrovia é de R$ 5,2 milhões.

“É um passo muito importante de preparação da infraestrutura do porto para a chegada deste grande projeto ferroviário, que terá impactos positivos não só para Suape, mas para toda a cadeia produtiva de Pernambuco e dos estados vizinhos. Há uma infinidade de novas possibilidades de negócios para diversas cargas, como grãos e veículos, por exemplo”, afirmou o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão.

Ferrovia

O diretor Cláudio Valença explicou que a contratação foi necessária para atualização do projeto de 2014. “Nesse período, já foram identificadas erosões de solo em alguns trechos importantes do ramal. Além disso, será preciso readequar o traçado por causa da implantação de novas empresas nas proximidades”, pontuou.

A Ferrovia Transertaneja é uma alternativa à Transnordestina, iniciada em 2006 e que permanece inacabada por causa de sucessivos atrasos. A obra está a cargo da TLSA, responsável pela concessão do serviço. O trabalho será executado pela iniciativa privada e tem custo estimado de R$ 5,7 bilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.