PATROCINADORES

Preço da gasolina vai se estabilizar, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a garantir nesta segunda-feira (6) que não irá interferir na política de preços da Petrobras mesmo com a elevação da tensão entre Estados Unidos e Irã. “Cai tudo no meu colo e parece que sou responsável por tudo. Querem que eu tabele. Não tem como tabelar. Nossa política não é essa. Políticas semelhantes no passado não deram certo. A nossa economia tá dando certo”, afirmou. “Eu reconheço que o preço da gasolina está alto na bomba. Graças a Deus, pelo que parece, a questão lá (ataque americano), o impacto não foi grande. Foi 5% e passou para 3,5%. Não sei quanto está hoje a diferença em relação ao dia do ataque. Mas a tendência é estabilizar”, completou.

Por que é importante

Uma possível interferência de Bolsonaro poderia refletir mal no mercado financeiro

Quem ganha

O comando da Petrobras, com autonomia para manter a política de preços

Quem perde

A ala favorável ao tabelamento. Uma medida intervencionista traria riscos de prejuízos à estatal

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários