Document
PATROCINADORES

Petrobras vai rever patrocínios

A nova direção da Petrobras estuda romper contratos de patrocínio cultural firmados em governos anteriores e rever seu planejamento de publicidade. No Twitter, o presidente Jair Bolsonaro confirmou a determinação e afirmou que o financiamento das atividades culturais “não deve estar a cargo de uma petrolífera estatal”. Bolsonaro acrescentou na mensagem que a empresa desembolsou cerca de R$ 3 bilhões nos últimos anos. “Reconheço o valor da cultura e a necessidade de incentivá-la, mas isso não deve estar a cargo de uma petrolífera estatal. A soma dos patrocínios dos últimos anos passa de R$ 3 bilhões. Determinei a reavaliação dos contratos. O Estado tem maiores prioridades. Além disso, incentivos devem ser direcionados de forma justa, enxuta, transparente e responsável, mas jamais em detrimento das principais demandas de nossa sociedade”, publicou o presidente.

Por que é importante

A Petrobras é uma das principais financiadoras de projetos culturais no país

Quem ganha

Os cofres da empresa. O dinheiro deve ser direcionado para áreas mais estratégicas

Quem perde

Shows, peças de teatro, exposições e outros projetos que podem ficar sem recursos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.