Document
PATROCINADORES

Oferta de imóveis cai quase 15% no primeiro trimestre

O Brasil registrou um aumento de 27,1% nas vendas de imóveis residenciais novos (apartamentos) no primeiro trimestre de 2021 na comparação com o mesmo período de 2020. Mesmo assim, em razão da elevação nos preços dos insumos, o avanço observado nos lançamentos foi bastante tímido, subindo apenas 3,7%. As incertezas em relação aos custos dos materiais fizeram a oferta de imóveis cair 14,8% nos três primeiros meses do ano.

Frente ao quarto trimestre de 2020, o número de imóveis lançados no país no primeiro trimestre de 2021 foi 58% menor. Enquanto isso, as vendas tiveram uma queda de apenas 12,4% no mesmo intervalo. Já a oferta final contraiu 13,1% entre janeiro a março contra outubro a dezembro de 2020.

Os números fazem parte do estudo anual Indicadores Imobiliários Nacionais, realizado desde 2016 pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica. De acordo com a CBIC, os dados mostram que a queda nos lançamentos não se deu em virtude da ausência de comprador, mas pela insegurança dos empresários, desestimulados pelos aumentos nos materiais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.