PATROCINADORES

Mudança em ministério pode ajudar reformas, avalia equipe de Guedes

A exoneração de Gustavo Canuto e a nomeação de Rogério Marinho para o Ministério de Desenvolvimento Regional pegou muita gente de surpresa em Brasília (DF). A reação, no entanto, foi positiva. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, auxiliares do ministro Paulo Guedes (Economia) consideram que a mudança pode ajudar no avanço da agenda de reformas. A avaliação da equipe de Guedes é que Marinho tem melhor trânsito no Congresso e mais habilidade para discutir as propostas com os parlamentares. Já Canuto era criticado por muitos líderes políticos por conta da demora para liberar o pagamento de emendas.

Por que é importante

O Ministério de Desenvolvimento Regional é responsável, entre outros programas, pelo Minha Casa Minha Vida e pela liberação de verbas para obras de saneamento. A pasta é estratégica por controlar recursos de interesses das prefeituras

Quem ganha

Rogério Marinho, que foi um dos principais articuladores políticos da reforma da Previdência

Quem perde

Gustavo Canuto, que deixa o cargo após ser contestado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.