Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Mercado de trabalho segura otimismo de empresários do comércio

Mercado de trabalho segura otimismo de empresários do comércio

Depois de um recuo de 0,6 ponto em novembro, a Fundação Getulio Vargas divulgou nesta quinta-feira (26) que o Índice de Confiança do Comércio (ICOM) subiu 0,3 ponto em dezembro, para 98,1 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. Na avaliação de Rodolpho Tobler, coordenador da sondagem da FGV IBRE, apesar da melhora da percepção sobre o ritmo de vendas no momento presente, os empresários se mostram cautelosos com a sustentabilidade da retomada do setor nos próximos meses. “A continuidade e a velocidade da recuperação vão depender de uma melhora mais expressiva da confiança dos consumidores e do mercado de trabalho”, destacou o pesquisador.

Por que é importante
O índice de confiança elaborado pela FGV serve como termômetro para saber a impressão do setor sobre o cenário econômico
Quem ganha
A avaliação sobre o momento presente. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 0,9 ponto, para 95,8 pontos - maior nível desde dezembro de 2018 (97,1)
Quem perde
O otimismo com os rumos do setor. O Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 0,4 ponto, para 100,5 pontos