PATROCINADORES

Mercado de trabalho segura otimismo de empresários do comércio

Depois de um recuo de 0,6 ponto em novembro, a Fundação Getulio Vargas divulgou nesta quinta-feira (26) que o Índice de Confiança do Comércio (ICOM) subiu 0,3 ponto em dezembro, para 98,1 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. Na avaliação de Rodolpho Tobler, coordenador da sondagem da FGV IBRE, apesar da melhora da percepção sobre o ritmo de vendas no momento presente, os empresários se mostram cautelosos com a sustentabilidade da retomada do setor nos próximos meses. “A continuidade e a velocidade da recuperação vão depender de uma melhora mais expressiva da confiança dos consumidores e do mercado de trabalho”, destacou o pesquisador.

Por que é importante

O índice de confiança elaborado pela FGV serve como termômetro para saber a impressão do setor sobre o cenário econômico

Quem ganha

A avaliação sobre o momento presente. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 0,9 ponto, para 95,8 pontos - maior nível desde dezembro de 2018 (97,1)

Quem perde

O otimismo com os rumos do setor. O Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 0,4 ponto, para 100,5 pontos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.