Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Inflação pelo IPC-S sobe 1,18% na primeira quadrissemana de dezembro

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da primeira quadrissemana de dezembro de 2021 (entre 8 de novembro e 7 de dezembro) subiu 1,18% e acumula alta de 10,01% nos últimos 12 meses. O levantamento calcula a variação de preços de produtos e serviços em sete capitais do Brasil e foi divulgado nesta quarta-feira (8) pela Fundação Getulio Vargas Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE). 

Duas das oito classes de despesa componentes registraram acréscimo em suas taxas. A maior partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação, que passou de 1,51%, na quarta quadrissemana de novembro para 2,76% na primeira quadrissemana de dezembro. Nesta classe, vale destacar o item Passagem Aérea, que variou 15,67%, ante 8,87% na edição anterior do IPC-S. Também foi registrado acréscimo nos grupo Habitação (0,56% para 0,70%). Nesta classe, ganhou peso o item Tarifa de Eletricidade Residencial (0,63% para 1,48%).

Em contrapartida, os grupos Transportes (3,07% para 2,92%), Vestuário (0,59% para 0,24%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,16% para 0,10%), Comunicação (0,09% para 0,06%), Despesas Diversas (0,20% para 0,18%) e Alimentação (0,66% para 0,65%) apresentaram recuos. Nestas classes, vale citar os itens Gasolina (7,44% para 6,57%), Roupas Femininas (0,60% para 0,21%), Artigos de Higiene e Cuidado Pessoal (0,17% para -0,10%), Tarifa de Telefone Residencial (0,25% para 0,08%), Cigarros (0,76% para 0,51%) e Hortaliças e Legumes (6,68% para 3,86%).

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.