PATROCINADORES

Indicador antecedente de emprego fecha 2019 em trajetória positiva

Depois de passar meses sem mostrar uma reação clara, a Fundação Getulio Vargas divulgou nesta terça-feira (7) que o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) encerrou 2019 em trajetória positiva. O IAEmp subiu 1,5 ponto em dezembro para 89,9 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. O resultado representa o maior nível desde abril do ano passado (92,5 pontos).

“O indicador sugere que as expectativas para o mercado de trabalho se tornaram mais favoráveis no último trimestre. Contudo, o patamar abaixo de 100 pontos mostra que ainda há um longo caminho pela frente e que o cenário de recuperação gradual se mantém para o início de 2020”, destacou Rodolpho Tobler, economista da FGV IBRE.



Já o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) caiu 0,8 ponto em dezembro, para 95,3 pontos. O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto menor o número, melhor o resultado. “O movimento mantém a expectativa de redução lenta e gradual da taxa de desemprego nos próximos meses”, completou Tobler.

Por que é importante

A recuperação do mercado de trabalho é um dos principais desafios do governo em 2020 para consolidar a retomada da economia

Quem ganha

A perspectiva de que o índice de emprego irá melhorar no ano

Quem perde

As pessoas que estão desempregadas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.