PATROCINADORES

Governo deve apresentar reforma tributária em quatro etapas

Considerada essencial para melhorar o ambiente de negócios e destravar os investimentos no país, a reforma tributária do governo pode começar a tramitar no Congresso ainda em 2019. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a proposta foi fechada pela equipe econômica e deve ser apresentada em quatro fases até a metade de 2020. Os planos para mudar o complexo sistema tributário brasileiro incluem a criação de um imposto sobre valor agregado federal a partir da unificação do PIS e da Cofins; aumento da faixa de isenção e a criação de nova alíquota para os mais ricos no Imposto de Renda; transformação do IPI em imposto seletivo aplicado a bens como cigarros, bebidas e veículos; e corte de tributos de empresas por meio da desoneração da folha de salários.

Por que é importante

A intenção do governo, no primeiro momento, é tornar o sistema tributário mais simples para em seguida, com o aumento da arrecadação, estudar a possibilidade de baixar impostos

Quem ganha

A melhoria do ambiente de negócios fortalece o desenvolvimento do país

Quem perde

Iniciativas que aumentam a carga tributária e desestimulam os investimentos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.