PATROCINADORES

Confiança empresarial cresce em novembro, aponta FGV

Depois de ficar estável em outubro, o Índice de Confiança Empresarial (ICE) subiu 1 ponto em novembro, para 95,4 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. O resultado acima de 100 pontos indica maior otimismo. A alta foi puxada pela evolução das expectativas, apesar de uma certa insatisfação com a situação corrente dos negócios. O Índice de Expectativas (IE-E) subiu 0,6 ponto, para 99,9 pontos. Já o índice que mede a percepção corrente dos empresários (ISA-E) caiu 0,2 ponto, para 92,2 pontos, após cinco meses de tendência favorável. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (2) pela Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE).


Por que é importante

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) consolida os índices de confiança dos quatro setores: indústria, serviços, comércio e construção

Quem ganha

A confiança da indústria, que teve a maior alta em novembro (1,7 ponto)

Quem perde

A confiança do comércio, único setor com recuo no mês (-0,6 ponto)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.