Document
PATROCINADORES

Confiança do consumidor cai ao menor nível desde abril

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) do FGV IBRE caiu 1,4 ponto em novembro, para 74,9 pontos — menor valor desde abril (72,5 pontos), informou nesta quarta-feira (24) a Fundação Getúlio Vargas. Em médias móveis trimestrais, o índice se manteve em queda de 2,3 pontos, para 75,5 pontos, sendo o terceiro mês consecutivo de retração. Em novembro, o índice foi influenciado por piora tanto na avaliação da situação corrente quanto das expectativas. O Índice de Situação Atual (ISA) diminuiu 2,1 pontos, para 66,9 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) caiu 1,0 ponto, para 81,4 pontos.

A análise por faixa de renda revela piora da confiança para todos os grupos, com exceção das famílias com renda entre R$ 4.800 e R$ 9.600, que apresentou acomodação pelo segundo mês consecutivo. A faixa de renda entre R$ 2.100 e R$ 4.800 registrou o pior desempenho, com queda de 6,7 pontos para 66,3 pontos, eliminado o avanço registrado no mês anterior.

Segundo a FGV, a piora da avaliação dos consumidores sobre a situação atual foi puxada por deterioração da situação econômica local e das finanças da famílias. O indicador que mede percepção dos consumidores sobre à situação econômica no momento caiu 2,3 pontos em novembro, para 72,5 pontos e o que mede a satisfação sobre as finanças pessoais, 1,7 ponto, para 62,1 pontos. Ambos se mantém em patamar muito baixo em termos históricos. A pesquisa coletou informações de 1510 domicílios entre os dias 1 e 22 de novembro.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.