Document
PATROCINADORES

Após revisão, empregos criados em 2020 caem pela metade

Atualizações dos levantamentos realizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) indicaram que o número de vagas de trabalho com carteira assinada criadas em 2020 foi 46,82% inferior ao anunciado em janeiro. Na época, o governo informou que o Brasil havia gerado 142.690 empregos firmais em todo ano passado. Contudo, de acordo com informações revisadas, em 2020 foram criados 75.883 vagas formais.

Em nota, o Ministério da Economia informou que a diferença no saldo de empregos criados em 2020 se deve a um aumento no número de declarações de contratação e demissão realizadas fora do prazo e que essa alta foi provocada pelo processo de transição das declarações para o eSocial.

“A diferença no saldo da última atualização dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) reflete, na verdade, uma mudança no resultado bruto de admissões e demissões — apenas 3,6% de demissões a mais do que o informado no fim de 2020 e 1,8% de admissões a mais do que o informado no fim de 2020. Essa pequena diferença se deve a declarações realizadas fora do prazo pelas empresas declarantes”, informa a nota.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.