PATROCINADORES

Aço encarece automóveis e eletrodomésticos

Alimentos enlatados também entram na lista após reajuste de 20% da commodity

A guerra entre Rússia e Ucrânia foi um dos gatilhos para o aumento do preço do aço, do carvão e do minério de ferro. Toda cadeia logística global foi afetada, tornando mais caros os frete aéreo, terrestre e mar´timo. O reajuste de 20% já chegou às indústrias e depende de cada setor para ser repassado aos consumidores.

A alta será sentida em três segmentos industriais: linha branca, automóveis e alimentos. De acordo com o gerente de marketing da Açovisa, Giovanni Marques da Costa, fogões e geladeiras serão os primeiros bens de consumo a serem impactados, pois estão diretamente relacionados à linha de aços planos. A segunda posição da lista é encabeçada por motocicletas, que são quase integralmente feitas de aço, seguidas de carros e caminhões. Já alimentos como soja, milho, cana e seus derivados enlatados podem ter um aumento sentido nos lares brasileiros antes de junho.

Embora os países europeus envolvidos no conflito sejam relevantes exportadores de placas de aço, que é a primeira etapa da cadeia produtiva, o Brasil também é um importante player no segmento. “A indústria brasileira se adapta aos materiais que não estão disponíveis e às necessidades do mercado”, afirmou Costa.

O que MONEY REPORT publicou

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.