PATROCINADORES
PATROCINADORES

Vou fazer uma oferta que você não pode recusar: veja “The Offer”

O filme “O Poderoso Chefão”, que completa 50 anos em 2022, é uma obra-prima e talvez uma das melhores películas já produzidas por Hollywood. Foi indicado para 11 categorias do Oscar e levou três: melhor ator, melhor filme e melhor roteiro adaptado. O que pouca gente sabia, no entanto, é que esta foi uma das produções mais complicadas da história cinematográfica. São estes bastidores a trama de “The Offer”, uma série absolutamente fabulosa, que hipnotiza os fãs do filme de 1972, mas encanta igualmente a quem nunca assistiu a saga da família Corleone.

O seriado toma como base um livro autobiográfico de Albert Ruddy, que produziu o filme. Na época, a Paramount estava sob forte pressão, pois não emplacava um grande sucesso há muito tempo. O chefão do estúdio, Robert Evans (Mathew Goode, em uma interpretação sublime, imita à perfeição a voz anasalada do produtor master), então, resolve apostar em “Love Story”, lançado em 1971, e no “Poderoso Chefão”, baseado no livro mais vendido do ano anterior.

Evans resolve deixar a produção nas mãos de um profissional inexperiente (Ruddy), pois não tem a menor ideia dos perrengues que estão por vir. Há, logo no início, um boicote da comunidade ítalo-americana ao filme, liderado por Frank Sinatra (há um personagem baseado nele no livro). Em seguida, a produção é ameaçada pela Máfia, que também não quer a realização da película (por sinal, essa palavra – máfia – não é pronunciada nem uma vez no roteiro, fruto de uma negociação entre Ruddy e o chefão Joe Colombo). Por fim, há tentativas seguidas de interferência da empresa controladora da Paramount (o conglomerado Gulf + Western) na filmagem, o que faz da narrativa uma verdadeira montanha russa.

Só na composição de elenco, para se ter uma ideia, a Paramount queria Robert Redford ou Ryan O’Neal para o papel de Michael Corleone. O diretor, Francis Ford Coppola, tinha Al Pacino em mente. Até emplacar seu favorito, Coppola fez testes com Jack Nicholson, Dustin Hoffman, Warren Beatty, Martin Sheen e James Caan  (no final, Caan fez Sonny, irmão de Michael). Como Tom Hagen, o conselheiro da família, Bruce Dern, Paul Newman e Steve McQueen foram cogitados, mas o papel ficou com Robert Duvall. Sylvester Stallone, Anthony Perkins e Mia Farrow também fizeram testes para o elenco e não foram aprovados.

O título da série é baseado em uma frase famosa do filme: “I’m gonna make him an offer he can’t refuse (Eu vou fazer uma oferta que ele não vai recusar)”. É exatamente o que tenho a dizer agora: vou fazer uma oferta que você não pode recusar. Comece a assistir “The Offer”.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

- Informações atualizadas a cada 10 minutos
- Gráfico mostra valor fechado do dia

Pergunte para a

Mônica

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.