PATROCINADORES

Plano de demissão da Eletrobras atinge 97,6% da meta

Em comunicado ao mercado, a Eletrobras informou que 1.300 funcionários aderiram ao segundo plano de demissão consensual da companhia em 2019. Os novos desligamentos, previstos para ocorrer até 31 de dezembro, vão proporcionar uma economia de cerca de R$ 490 milhões ao ano. A estatal, segundo a nota, atingiu 97,6% da meta estabelecida no dissídio do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020, homologada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), de ter no máximo 12.500 empregados em seu quadro efetivo em 1 de janeiro de 2020.

Por que é importante

Em processo de privatização, a Eletrobras lançou o plano de demissão para enxugar a folha salarial

Quem ganha

A gestão técnica, que tem tornado a companhia mais eficiente

Quem perde

O aparelhamento político da empresa

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.