PATROCINADORES

Planalto confirma que reforma administrativa vai ficar para o ano que vem

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, disse na terça-feira (26) que o projeto de reforma administrativa, que muda as carreiras e os salários dos servidores públicos federais, só será encaminhado ao Congresso em 2020. Segundo Rêgo Barros, alguns pontos da proposta ainda precisam ser analisados e aprovados pelo presidente Jair Bolsonaro. O porta-voz admitiu que o adiamento para o ano que vem também levou em conta aspectos políticos. Bolsonaro já havia cogitado a possibilidade e falou em esperar o momento mais adequado “para ter menos atrito possível” com os parlamentares.

Por que é importante

A reforma administrativa é uma das medidas do governo para enxugar ainda mais a máquina pública

Quem ganha

Os servidores públicos do alto escalão, que terão mais tempo para pressionar deputados e senadores

Quem perde

Parte da agenda do governo para tornar o funcionalismo mais eficiente

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.