Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Atirador mata 12 e é morto em ataque em bar da Califórnia

Atirador mata 12 e é morto em ataque em bar da Califórnia

Por Rick McKay

(Reuters) – Um atirador matou 12 pessoas, incluindo um assistente de xerife, depois de entrar em um bar do sul do Estado norte-americano da Califórnia e começar a disparar na noite de quarta-feira, disse a polícia.

O atirador também foi morto, disse o xerife do condado de Ventura, Geoff Dean, em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira, mas não ficou claro de imediato por quem.

Um número desconhecido de pessoas também sofreu ferimentos durante o ataque no Borderline Bar and Grill, bar de estilo country de Thousand Oaks, subúrbio de Los Angeles, onde uma multidão se reuniu para comer, beber e dançar.

“É uma cena horrível lá dentro”, disse Dean. “Há sangue em toda parte, e o suspeito é parte disso.”

O assistente de xerife morto foi identificado como o sargento Ron Helus, de 29 anos, um veterano do departamento, disse Dean.

Nenhuma outra vítima foi identificada. O xerife disse que o atirador tampouco foi identificado e que não se conhece o motivo do ataque.

Os relatos do incidente variavam muito nas primeiras horas desta quinta-feira –alguns diziam que o suspeito estava sob custódia, mas desde então o xerife Dean disse que o atirador morreu no local.

Alguns relatos nas redes sociais disseram que um homem barbudo vestindo uma capa impermeável entrou e começou a atirar.

Testemunhas relataram à rede CNN que os clientes estavam no bar para a noite “College Country” de dança em linha, comidas e bebidas e que o local estava repleto de jovens.

Quando os tiros começaram, algumas pessoas quebraram janelas com cadeiras para fugir, disseram testemunhas à CNN.

Outras testemunhas e pessoas que publicaram em redes sociais disseram que o homem pode ter disparado até 30 vezes. Outras relataram menos tiros e disseram que ele pode ter lançado bombas de fumaça.

Autoridades disseram que os disparos ainda ocorriam quando os primeiros agentes da lei chegaram à cena do crime.

(Reportagem adicional de Doina Chiacu)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEEA70W1-VIEWIMAGE

Envie seu comentário