PATROCINADORES

China encontra vírus da peste suína africana em ingredientes de ração animal

PEQUIM (Reuters) – A China encontrou o vírus da peste suína africana em alguns ingredientes protéicos elaborados com células de sangue de porco e fabricados por uma empresa com sede em Tianjin, informou a Administração Geral das Alfândegas em um comunicado na terça-feira.

A matéria-prima para 73,93 toneladas de produtos proteicos contaminados, usados principalmente na alimentação animal, veio de 12 abatedouros de Tianjin, disse a alfândega.

O órgão também emitiu um alerta para reforçar os testes para o vírus da peste suína africana nas exportações de tais produtos e alertou as fazendas de Hong Kong e Macau a aumentarem os controles sobre as importações de ração animal.

O caso surge apesar de a China ter proibido em setembro o uso de resíduos de alimentos e sangue de porco como matérias-primas na produção de alimentos para suínos, em uma tentativa de deter a disseminação da doença.

A China já registrou mais de 90 casos de peste suína africana, que é mortal para porcos, mas não afeta humanos, desde que a doença foi detectada pela primeira vez no país no início de agosto.

(Reportagem de Muyu Xu e Ryan Woo)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =

Pergunte para a

Mônica.