PATROCINADORES

Suposto operador do PSDB é preso pela PF

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (6) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, ex-diretor da estatal paulista Dersa. Souza é acusado pelo MPF de desviar R$ 7,7 milhões de obras viárias de São Paulo. Ele foi apontado nas delações da Odebrecht como sendo o operador do PSDB para a arrecadação de propina.

Por que é importante

Esta é primeira prisão do braço paulista da Lava Jato

Quem ganha

O combate geral à corrupção

Quem perde

O PSDB. Paulo Preto é considerado um "homem-bomba" do partido

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 6 =

Pergunte para a

Mônica.