Document
PATROCINADORES

Não nomearei quem tem dívidas com a Justiça, diz Bolsonaro

Se depender do futuro presidente Jair Bolsonaro (PSL), Michel Temer (MDB) e Aloysio Nunes não serão indicados para postos diplomáticos no exterior. Questionado nesta quarta-feira (14) sobre uma possível indicação de Temer e Nunes para alguma embaixada brasileira, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que não vai nomear pessoas com “dívidas na Justiça”. Temer foi denunciado pela PGR após delação do empresário da J&F Joesley Batista e é alvo de investigação da Polícia Federal no inquérito dos portos. Já Aloysio Nunes, atual ministro das Relações Exteriores, foi alvo da Operação Lava Jato, mas os processos foram arquivados.

Por que é importante

Se forem indicados para embaixadas no exterior, Temer e Nunes continuarão com o foro privilegiado, o que os livra, pelo menos por enquanto, das denúncias da Justiça

Quem ganha

Jair Bolsonaro, que foi eleito com o discurso de combate à corrupção

Quem perde

O presidente Michel Temer e Aloysio Nunes, que devem perder o foro privilegiado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.