Document
PATROCINADORES

Mandetta diz que alertou Bolsonaro sobre país atingir 180 mil mortes por coronavírus

Em entrevista ao programa ‘Conversa com Bial’, da TV Globo, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) deu detalhes das conversas com o presidente Jair Bolsonaro durante as primeiras reuniões para discutir as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Mandetta, que lança nesta sexta-feira (25) um livro sobre o período (“Um paciente chamado Brasil”), disse ter alertado Bolsonaro sobre a possibilidade de um alto número de mortes no país por causa da doença. Segundo o ex-ministro, o presidente preferiu adotar a posição de minimizar a gravidade do cenário. “Eu tentava puxar ele logo para a fase proativa. Eu nunca falei em público que eu trabalhava com 180 mil óbitos se nós não interviéssemos, mas para ele eu mostrei, entreguei por escrito”, contou. “Para que ele pudesse saber a responsabilidade dos caminhos que ele fosse optar. Foi realmente uma reação bem negacionista e bem raivosa”, acrescentou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.