PATROCINADORES

Indicação de Eduardo para embaixada enfrenta resistência no Senado

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pretende oficializar nesta semana a indicação do filho Eduardo Bolsonaro (PSL) para a embaixada brasileira em Washington, nos Estados Unidos. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Bolsonaro tem procurado senadores antes de confirmar a nomeação do filho. O presidente quer evitar uma derrota na Comissão de Relações Exteriores (CRE), responsável por analisar as indicações do Poder Executivo para funções diplomáticas. Conforme a Folha, Eduardo teria hoje o apoio de apenas 8 dos 17 integrantes da comissão do Senado.

Por que é importante

A sondagem feita por auxiliares do presidente Bolsonaro mostra que há resistência no Senado e chances de a indicação de Eduardo para a embaixada em Washington ser barrada

Quem ganha

Os senadores, que poderão aproveitar a situação para barganhar cargos e liberação de emendas

Quem perde

O presidente Bolsonaro, que irá gastar seu capital político e ainda ficará sob risco de sofrer uma derrota

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =

Pergunte para a

Mônica.