PATROCINADORES

Índia fala em precipitação do Brasil e vacinação pode atrasar

O governo federal se prepara para iniciar na próxima semana a campanha nacional de vacinação contra o novo coronavírus. Um impasse, no entanto, surgiu no cenário na noite de quinta-feira (14). As 2 milhões de doses do imunizante de Oxford, que seriam buscadas na Índia, podem atrasar. O motivo é que o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores indiano, Anurag Srivastava, disse que o país ainda avalia a possibilidade de exportar a vacina produzida em seu território e que é “muito cedo” para dar uma resposta a eventuais compradores, especificamente o Brasil. “Como você sabe, o processo de vacinação está apenas no começo na Índia. É muito cedo para dar uma resposta específica sobre o fornecimento a outros países, porque ainda estamos avaliando os prazos de produção e de entrega. Isso pode levar tempo”, disse Srivastava. O Ministério da Saúde deve prestar esclarecimentos sobre o assunto nesta sexta, já que uma aeronave brasileira estava prestes a decolar para fazer o transporte da vacina entre os dois países.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =

Pergunte para a

Mônica.