Document
PATROCINADORES

Ex-procurador nega ter orientado Joesley a gravar Temer

O ex-procurador da República Marcelo Miller negou ter sido o mentor da gravação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F, contra o presidente Michel Temer (MDB). “Nunca mandei gravar ninguém”, disse em entrevista à revista Veja. Miller criticou o papel de heróis que integrantes da Operação Lava Jato vêm desempenhando no país. “Toda vez que se procuram heróis, criam-se carrascos”, completou.

Por que é importante

Marcelo Miller virou réu por corrupção, acusado pelo MPF de ter feito jogo duplo. Segundo a denúncia, ainda como procurador, Miller atuou em favor da J&F durante o processo de assinatura do acordo de delação. Ele foi contratado em seguida pelo escritório de advocacia que fazia a defesa do grupo empresarial

Quem ganha

O MPF, já que a Justiça Federal aceitou a denúncia contra o procurador

Quem perde

Miller, que pode ser condenado no caso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.