Document
PATROCINADORES

Declaração de Kunming pede ação urgente pela biodiversidade

Mais de 100 países se comprometeram nesta quarta-feira (13) a colocar a proteção de habitats no centro das decisões do governo, mas não chegaram a se comprometer com metas específicas para conter extinções em massa. O Ministro do Meio Ambiente da China, Huang Runqiu, disse aos delegados da Conferência da ONU sobre Biodiversidade, a COP15, que ocorre na cidade de Kunming, que a declaração era um documento de vontade política, não um acordo internacional vinculante.

A Declaração de Kunming pede “ação urgente e integrada” para refletir as considerações sobre a biodiversidade em todos os setores da economia global, mas questões cruciais — como o financiamento da conservação em países mais pobres e o compromisso com cadeias de abastecimento amigas da biodiversidade — foram deixadas para mais tarde.

Com a perda de espécies de plantas e animais, agora em ritmo mais rápido em 10 milhões de anos, estimam os cientistas, políticos, cientistas e especialistas tentam estabelecer as bases para um novo pacto para salvar a biodiversidade. Em um acordo anterior assinado em Aichi, Japão, em 2010, os governos concordaram em 20 metas para tentar reduzir a perda de biodiversidade e proteger os habitats até 2020, mas nenhuma dessas metas foi cumprida.

No centro dos esforços está um apelo das Nações Unidas para que os países protejam e conservem 30% de seu território até 2030 — uma meta conhecida como ’30 por 30 ‘, que a conferência reconheceu. “A declaração faz uma referência à meta de ’30 por 30 ‘, mas não indica se Pequim concorda”, disse Li Shuo, assessor climático sênior do grupo ambiental Greenpeace.

Uma promessa de 30% pode ser demais para a China, que tem quase 10 mil reservas naturais cobrindo 18% de seu território. “Acadêmicos dizem pensar que 24%, 25% pode ser razoável, mas mesmo chegar aos 18% foi um desafio, então 30% pode ser difícil”, disse Alice Hughes, bióloga conservacionista que participou das negociações em nome da China Biodiversity Conservation and Green Development Foundation.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.