Document
PATROCINADORES

CPI deve ser prorrogada por mais 90 dias

A CPI da Pandemia poderá ser prorrogada por mais 90 dias além do prazo inicial, encerrando em novembro. Nesta terça-feira (29), o documento contava com 32 assinaturas – precisava ao menos de 27, de acordo com o regimento do Senado. Agora, é necessário que o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), leia o documento em plenário com as assinaturas para dar prosseguimento aos trabalhos. A CPI foi instalada em 27 de abril e seu encerramento estava previsto para 7 de agosto.

Os senadores que assinaram a prorrogação

  • Randolfe Rodrigues (Rede-AP);
  • Jorge Kajuru (Podemos-GO);
  • Izalci Lucas (PSDB-DF);
  • Omar Aziz (PSD-AM);
  • Eliziane Gama (Cidadania-AM);
  • Fabiano Contarato (Rede-ES);
  • Weverton (PDT-MA);
  • Flávio Arns (Podemos-PR);
  • Mara Gabrilli (PSDB-SP);
  • Alessandro Vieira (Cidadania-SE);
  • Zenaide Maia (Pros-RN);
  • Tasso Jereissati (PSDB-CE);
  • Plínio Valério (PSDB-AM);
  • Otto Alencar (PSD-BA);
  • Oriovisto Guimarães (Podemos-PR);
  • Leila Barros (PSB-DF);
  • Jaques Wagner (PT-BA);
  • José Serra (PSDB-SP);
  • Renan Calheiros (MDB-AL);
  • Paulo Paim (PT-RS);
  • Humberto Costa (PT-PE);
  • Paulo Rocha (PT-PA);
  • Rogério Carvalho (PT-SE);
  • Jean Paul (PT-RN);
  • Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB);
  • Simone Tebet (MDB-MS);
  • Cid Gomes (PDT-CE);
  • Nilda Gondim (MDB-PB);
  • Reguffe (Podemos-DF);
  • Rodrigo Cunha (PSDB-AL);
  • Eduardo Braga (MDB-AM);
  • Jarbas Vasconcelos (MDB-PE).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.