Document
PATROCINADORES

Bolsonaro mantém ministro de Temer no comando da CGU

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (20), via Twitter, que Wagner Rosário vai seguir à frente da Controladoria-Geral da União (CGU) em seu governo. Funcionário de carreira do órgão, Rosário comanda a pasta desde 2017, após a saída de Torquato Jardim. Assim como Bolsonaro e o vice Hamilton Mourão, ele é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras, sendo bem visto pelo núcleo militar da nova administração.

Por que é importante

A CGU é responsável por garantir a transparência e o combate à corrupção dentro do próprio governo

Quem ganha

Os militares, que emplacam mais um “dos seus” no governo

Quem perde

Os defensores da incorporação da CGU ao Ministério da Justiça

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.