Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Boletim da Pandemia 19: vacina e impeachment, “máscaras por mais dois anos” e derrapada da Pfizer

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, disse que a demora do governo em começar a vacinar a população contra o novo coronavírus pode motivar a apresentação de um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Santa Cruz indicou que, assim que a pandemia estiver controlada, a discussão sobre o impedimento de Bolsonaro deve ser feita pela entidade – além de gerar protestos no país. “Neste momento nossa maior preocupação é a pandemia. Queremos uma campanha nacional de vacinação já. Após a pandemia, vamos, sim, abrir esse debate no Conselho Federal. Muitos advogados e conselheiros me cobram isso cotidianamente”, comentou. “Acredito que, após a pandemia, o debate sobre seu impedimento ganhará as ruas”, acrescentou.

Máscaras seguirão em cena

O início da imunização em diversos países elevou a expectativa de volta à normalidade. Para Margareth Dalcolmo, pneumologista e pesquisadora da Fiocruz, o otimismo precisa ser contido. Ao jornal Folha de S. Paulo, a especialista afirmou que o uso de máscara, o distanciamento social e evitar locais fechados deverão permanecer pelos próximos dois anos. “O vírus vai ficar endêmico. Portanto, o fato de ser vacinado não nos isenta de andar de máscara pelos próximos dois anos, por exemplo. De termos cuidado com ambientes fechados, de solicitarmos testes negativos para embarcar em voos internacionais.”

Pfizer adia entrega de doses

A Pfizer reportou um problema no transporte e na refrigeração de sua vacina desenvolvida em parceria com a BioNTech. O incidente atrasou a distribuição de doses a oito países da União Europeia. Pelo fato, a Espanha adiou o início da campanha nacional de imunização para esta terça-feira (29). Já na Alemanha, alguns distritos da Baviera indicaram que descartarão os lotes afetados pelo receio de que eles tenham ficado muito quentes durante a entrega.

Dados do Brasil*

20.548 novos casos (7.504.833 diagnósticos no total)

431 novas mortes (191.570 óbitos no total)

744.365 pessoas em acompanhamento

6.568.898 recuperados

(*atualizados em 28/12 – 19h)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.