Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Boletim da Pandemia 12: Biden imunizado; UE aprova Pfizer, SP em contenção

Casos e mortes por covid-19 saltam em SP e medidas deve ser mais rigorosa
O estado de São Paulo deve definir novas medidas de contenção da doença após o salto de 54% nas transmissões e 34% nas mortes por covid-19 nas últimas quatro semanas. O governo teme uma piora com as festas de final de ano. O Centro de Contingência do Coronavírus se reunirá nesta terça-feira (22) para definir as novas ações. Vale destacar que medidas mais restritivas já foram implantadas com a a fase amarela em 11 de dezembro.

Biden toma sua primeira dose
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden (imagem), de 78 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 da farmacêutica Pfizer/BioNTech em um hospital de Newark, no estado de Delaware. “Eu estou fazendo isso para mostrar que as pessoas têm que estar preparadas para se vacinar assim que for possível”, afirmou o democrata. Ele destacou que a futura primeira-dama de 69 anos, Jill Biden, já recebeu sua primeira dose do imunizante. A vice-presidente eleita, Kamala Harris, de 56 anos, anunciou que será imunizada após o Natal.

SP compra de 100 milhões de seringas
O governador João Doria anunciou a compra de 100 milhões de seringas e agulhas hipodérmicas para aplicação da CoronaVac, o imunizante desenvolvido entre o Instituto Butantan e a chinesa Sinovac. Doria também manteve a previsão de iniciar a vacinação contra o coronavírus no estado em 25 de janeiro, mesmo sem qualquer sinalização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

CoronaVac de Natal
Em 24 de dezembro, véspera de Natal, São Paulo deve receber mais 5,5 milhões de doses da CoronaVac. Um belo presente. Com esse lote, o estado irá completar 8,8 milhões de doses em seus estoques. Até 31 de dezembro estão previstos mais dois carregamentos, atingindo 10,8 milhões de doses.

UE autoriza uso emergencial da vacina da Pfizer
A Agência Reguladora de Medicamentos da União Europeia (EMA, na sigla em inglês) autorizou o uso emergencial do imunizante da Pfizer/BioNTech. A Comissão Europeia ainda precisa aprovar a decisão. Os países que compõem o bloco pressionam a comissão para que as imunizações iniciem em 27 de dezembro. Ursula von der Leyen, presidente da comissão, afirmou que é preciso agir rapidamente. Vale destacar que Reino Unido, Israel, Estados Unidos e Arábia Saudita já iniciaram suas campanhas com o imunizante.

França inicia a vacinação no domingo
A França saiu na frente e anunciou que vai começar sua campanha de vacinação contra a covid-19 no próximo domingo (27), após o Natal. A afirmação é do ministro da Saúde, Olivier Veran, em sua conta no Twitter. “Domingo, começaremos a vacinar na França. Os mais vulneráveis ​​entre nós em primeiro lugar, após exame médico, com informação e consentimento,” afirmou. A urgência francesa é uma forma pressão sobre a Comissão Europeia.

França sem Réveillon
Ainda sobre a França, mesmo com o início da vacinação em 27 de dezembro, o primeiro-primeiro, Jean Castex, anunciou que o país passará a virada do ano sob toque de recolher (salvo motivos excepcionais). O governo também prolongou até 7 de janeiro o fechamento de teatros, museus, cinemas e locais de entretenimento. O Natal poderá ser festejado normalmente.

Seul proíbe reuniões com mais de quatro pessoas
A administração da capital da Coreia do Sul, Seul, anunciou que irá proibir reuniões com mais de quatro pessoas nos feriados de Natal e Ano Novo, após o aumento de casos e das mortes por covid-19. A medida também vale para as cidades no entorno da capital. Vale destacar que a Casa Azul, como é chamada a sede do governo, vem resistindo a adotar um lockdown nacional.

China vai produzir vacina de mRNA
De olho no futuro e nas tecnologias concorrentes, a China iniciou a construção de uma fábrica para produzir vacinas contra a covid-19 com tecnologia RNA mensageira (mRNA), a mesma usada nos imunizantes Pfizer/BioNTech e Moderna. Conhecida como ARCoV ou ARCoVax – ainda na fase 1 dos ensaios clínicos, está sendo desenvolvida pelas farmacêuticas Walvax Biotechnology, Suzhou Abogen Biosciences e pela Academia de Ciências Militares. De acordo com a imprensa estatal, a nova unidade poderá produzir até 120 milhões de doses anuais de imunizantes e deve ser concluída em 8 meses.

Painel Coronavírus
Dados atualizados em 21/12/20 – 19h09

Casos confirmados

  • 7.263.619 – acumulado
  • 25.019 – casos novos
  • 6.286.980 – casos recuperados
  • 789.348 – em acompanhamento
  • 3.456,4 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Óbitos confirmados

  • 187.291 – óbitos acumulados
  • 527 – casos novos
  • 89,1 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.