Document
PATROCINADORES

Para governo, aviação só se recupera totalmente em 2023

Em entrevista ao jornal O Globo, o secretário de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, afirmou que o setor aéreo brasileiro só terá recuperação plena em meados de 2023. Hoje, temos cerca de 1 300 voos diários no mercado doméstico, cerca de 62 % do nível anterior à pandemia. Nas férias de julho, porém, haverá crescimento para 1 500 voos e, em dezembro, chegaremos a 2 000. O mercado internacional, contudo, teve um tombo de 75 %, saindo de 400 viagens diárias para 100 — e vai ficar em baixa por mais tempo.

Esse segmento deverá se recuperar mais lentamente e só experimentará um reestabelecimento completo no meio de 2023. “A retomada vai acontecer pela América do Sul, Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai, especialmente, porque são viagens de curta duração, sem precisar ficar muito tempo dentro do avião. As pessoas preferem voos mais curtos, antes das rotas internacionais, como América do Norte e Europa”, disse o secretário.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.