Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Bancos dos EUA fecham 2.927 agências em 2021, um salto de 38%

Os bancos estão reduzindo a presença de suas agências à medida que mais clientes optam por gerenciar suas contas através de dispositivos móveis e outros canais digitais, em vez de bancos em locais de varejo tradicionais. O relatório da S&P Global indica que a pandemia acelerou a mudança para o banco digital, já que as baixas taxas de juros colocam pressão adicional em muitos bancos. Em resposta, os bancos estão fechando um número recorde de agências.

À medida que os bancos reduziram suas redes de agências em 2021, as negociações corporativas no setor decolaram. Os bancos dos EUA fizeram 208 negócios em 2021, com um valor total estimado de US$ 77,58 bilhões, o maior valor desde 2006, segundo a S&P Global.

Embora o Wells Fargo e o U.S. Bank tenham registrado um número líquido maior de fechamentos de agências do que outras instituições com pelo menos 1.000 agências, o Huntington Bank, com sede em Columbus, Ohio, relatou a maior porcentagem de encolhimento físico. Huntington fechou 221 agências em 2021, uma redução de 16% de seus locais de varejo – o maior ano passado para um banco do seu tamanho. O banco fechou a aquisição da TCF, com sede em Detroit, em 2021. Um mês após anunciar o acordo, Huntington fechou 97 filiais nos supermercados Meijer em Michigan.

“À medida que a consolidação continua e há filiais sobrepostas quando os negócios são aprovados, não há necessidade de ter duas filiais na Main Street” afirmou Gerard Cassidy, chefe de estratégia de ações bancárias da RBC Capital Markets, à CNBC. Cassidy disse que espera que o fechamento de filiais continue aumentando nos próximos anos.

O CFO do Bank of America, Alastair Borthwick, na semana passada, alimentou especulações de que o segundo maior banco dos EUA poderia estar planejando o fechamento de agências em 2022, e informou que esses custos devem diminuir este ano. O credor com sede em Charlotte, Carolina do Norte, abriu o segundo maior número de novas agências em 2021, segundo a S&P Global. Mas, no total, a empresa também reduziu sua rede de agências, fechando 166 locais. Já o JPMorgan Chase abriu o maior número de novas agências em 2021, com 169, informou a S&P Global na quinta-feira (27). No entanto, ao considerar os fechamentos, o banco acabou reduzindo sua presença física em 129 agências no ano passado.

Juntamente com Wells Fargo, US Bank e Huntington, a Truist também relatou mais de 200 fechamentos líquidos de agências em 2021. esgotar-se até o final de 2022 – potencialmente sinalizando uma desaceleração no fechamento de agências. Após este ano, “vamos mudar de uma mentalidade de integração para uma mentalidade operacional focada em excelência e crescimento de execução, acelerar os investimentos em nossos negócios, tudo sustentado por nosso propósito inabalável”, informou ele.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.