Document
PATROCINADORES

30% das empresas japonesas no Brasil querem investir em startups locais

Em setembro de 2019, havia 8,8 mil startups brasileiras na plataforma 100 Open Startups; em 2021, eram mais de 18 mil. As empresas japonesas estão prestando muita atenção neste segmento. Um estudo elaborado pelo Grupo de Inovação da Câmara de Comércio e Indústria do Japão no Brasil e pelo Escritório de São Paulo da Agência de Promoção Comercial do Japão mostrou que 27,5% delas queriam aumentar e promover novos investimentos junto às empresas iniciantes e inovadoras do Brasil. Desde o início da pandemia, 73% das empresas japonesas no país ampliaram a coleta de informações relacionadas às startups locais.

Hiroshi Hara (imagem), presidente da Jetro no Brasil, organização de fomento de comércio exterior do governo japonês, diz ser crescente o interesse das companhias do Japão em ampliar os negócios a partir de suas subsidiárias, que conhecem bem o mercado local. “O Brasil precisa ajustar alguns pontos, como a carga tributária e o câmbio sempre instável, mas é um lugar interessante para os japoneses”, afirmou. Shizuko Matsudaira, vice-presidente da Jetro no Brasil, destacou que os dois países são grandes parceiros comerciais, mas as relações nessa área de inovação ainda são tímidas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.